A história do Crioulo na estância São Francisco começou em 1930, quando Belisário Sá Sarmento importou do Uruguai Mozo Vivo, primeiro cavalo Crioulo registrado a entrar no Brasil. Mozo Vivo veio trabalhar em éguas base, as quais Belisário selecionava para o trabalho da estância. Em seu livro de registro descrevia minuciosamente as condições funcionais de cada égua, como bom encilhar, galope, quais se destacavam mais nos rodeis etc.

As produções iniciais destes acasalamentos foram premiadas nas primeiras exposições da raça. Sempre pensando em acrescentar sangue novo à manada, Belisário importa da Argentina entre os anos 40 e 50 Extraño Guampa e Dagusto Cardal e, em 1963, 42 éguas das importantes cabanhas San Justo e Del Oeste. Em 1979 começa a padrear em São Francisco Otelo de Pai-Passo, Grande Campeão de Esteio e preço recorde naquela época. Em 1989 entra o primeiro reprodutor chileno, que foi Campeão Potrilho de Esteio e, posteriormente, 5º colocado no Freio de Ouro, Idahue Papito.

Papito produziu, entre outros, Idauíto e Referendum Chico, importantes pais na cabanha. No ano de 1997 a estância São Francisco faz uma parceira com a cabanha Campana, com o Bocal de Prata e finalista do Freio de Ouro, Campana Guasquero, que produziu campeões como Leco Chico (Bocal de Ouro 2004). Hoje, o plantel da São Francisco se divide em cinco afixos: Chico, Barro Azul, Chasque, Mata Olho e Baderna, com o total de 120 éguas. A estância é movida por quatro tropilhas de cavalos castrados, registrados, e todas as éguas são domadas e provadas antes de ir para a cria.

Principais garanhões utilizados nos últimos 15 anos:
Habanero Chico 1028 - Cotizado Chico 1033 - Romancero Chico 1069 - Rio Manso Chico 1240
Leco Chico 981 - Chasque Capitão 02 - AS Malke João de Barro 329 - Campana Reservado 286
Um Gole de Santa Edwiges 720 - Juego do Infinito 172 – Faceiro do Recanto Crioulo 97
Campana Zingaro 526 – Chasque Caladero 233 – Tinajera Caldero 470 – Lunanco Morocho 110 - Farsante do Barro Azul 324



Clique na imagem abaixo para conferir.

Garanhões
         
Confira abaixo alguns das páginas das éguas base que constam no livro de registros de Belisário:
BARONESA CHICO
TAVARINA CHICO
PARILHEIRA CHICO
MANECA CHICO
ROSILHINHA CHICO
 
www.saofranciscobage.com.br